EINSTEIN

Setas para baixo
prédio da faculdade de medicina do Albert Einstein

VISÃO GERAL

     O vestibular de Medicina da Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein é realizado pela fundação VUNESP, Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista. A instituição oferece graduação em Odontologia, Fisioterapia, Enfermagem, Engenharia Biomédica, Administração em Saúde e Medicina. A prova de medicina, especificamente, é composta por duas fases: a primeira é escrita e a segunda são múltiplas minientrevistas. Na fase escrita, a prova é dividida em 50 questões de múltipla escolha, 5 questões dissertativas e uma prova de redação em língua portuguesa.

Primeira fase

          A prova tem duração de 5 horas. Conta com 50 questões objetivas de múltipla escolha, cada uma com 5 alternativas (apenas uma correta), entre as quais há 10 questões de Língua Portuguesa, 10 de Matemática, e 5 de cada uma das seguintes matérias: Língua Inglesa, História, Geografia, Biologia, Física e Química. Além disso, possui 5 questões dissertativas, uma de cada das seguintes matérias: Biologia, Química, Física, Matemática, Língua Inglesa e uma Redação.

Segunda fase

       Esta fase, exclusiva da prova de Medicina, consiste em oito mini-múltiplas entrevistas de 6 minutos cada,sendo que o candidato tem 2 minutos antes de cada uma para poder refletir e se habituar com as situações propostas em cada entrevista.

      As entrevistas têm temas diversos, mas todas convergem no ponto de pedir sua opinião pessoal, seja na interpretação de uma charge, uma interação com atores encenando alguma situação em que você deve se posicionar, uma pergunta feita a partir de um vídeo ou questionamentos mais específicos sobre você, sempre com o objtivo de avaliar as competências não cognitivas do candidato como: Comunicação efetiva, empatia, pensamento crítico, etc.

      É importante ressaltar que não existem respostas certas ou erradas, e um dos principais pontos de avaliação é observar se o candidato consegue apresentar seus argumentos com coerência para convencer o entrevistador, além de perceberem a postura e coerência no discurso. O não comparecimento às MME, caracterizará desistência do candidato e resultará em sua eliminação. Não haverá segunda chamada ou repetição das MME para os faltantes, portanto é importante se organizar em questão a datas e horários.

      A nota final é a média ponderada das notas das 1ª e 2ª Fases, com pesos 75% e 25%, respectivamente.

         A redação do Einstein segue o mesmo modelo de todas as redações da VUNESP, ou seja, um texto dissertativo argumentativo sobre a questão ou frase tema que for proposta, seguindo a norma-padrão da língua portuguesa. A prova fornece uma coletânea de 2 a 4 referências bibliográficas, que podem ser verbais ou não-verbais (imagens, charges, gráficos, textos) e que podem servir como repertório e base para a redação. Não é obrigatório citá-los, mas fazer alguma referência a eles pode te ajudar a não fugir do tema e do recorte proposto, um erro que muitas pessoas cometem e que pode ser facilmente evitado dessa maneira, entretanto seu texto não pode estar composto majoritariamente por cópia da coletânea, pois isso pode anular sua redação. A dissertação compõe boa parte da primeira fase da prova, portanto, é importante que o candidato destine um tempo razoável para sua estruturação de maneira organizada e positiva.

        Os temas não seguem um padrão e podem ser tanto sobre algo atual e recorrente quanto uma discussão antiga, sendo o assunto a ser discutido também não é necesariamente polêmico ou bilateral (o que acarreta na escolha de um dos lados para defender). Independentemente do tema, as coletâneas vão dar o suporte e informações necessárias para elaborar uma boa redação, desde que o aluno saiba a estrutura de uma argumentação e as normas de escrita adequadas. Há três critérios para a correção da redação: tema (adequação do candidato ao tema proposto), estrutura (gênero/tipo de texto e coerência) e expressão (coesão e modalidade da norma-padrão da língua portuguesa).

         

         

      O vestibular do Einstein apresenta questões similares a dos outros feitos pela VUNESP, entretanto, seu formato é muito diferente. Fazendo as outras provas você estará preparado para resolver as questões da prova, mas por uma questão de organização de tempo (o que é muito pessoal), é interessante fazer uma prova de anos anteriores dentro do tempo estipulado (como um simulado) para montar uma estratégia de resolução da prova. Além disso vale a pena checar o edital do ano em que a prova será aplicada e ler o programa de conteúdos, que abrangem os conhecimentos do ensino médio mas podem possuir um recorte específico eventualmente.

        A segunda fase do vestibular tem como propósito principal conhecer o futuro aluno e ver se ele se enquadra no modelo de aula que a faculdade propõe, além do curso em si. Nesse sentido, os examinadores buscam perceber sua capacidade de resolução de problemas em grupo e valorizam muito sua opinião diante assuntos como empatia, tolerância e liderança. Todas as perguntas são feitas para avaliar você como pessoa, então é importante manter a naturalidade e tentar ao mínimo colocar respostas prontas!

       Use com sabedoria os dois minutos de leitura da proposta de prova para já tentar formular uma resposta e praticar o que será dito aos entrevistadores. Se sobrar tempo dentre os seis minutos, o entrevistador vai te estimular perguntando novas coisas relacionadas ao tema, mas não há problema em dizer que você não tem mais nada a acrescentar naquela discussão. Antes parar mais cedo do que começar a se enrolar e falar besteiras!

     Além disso, em entrevistas temos sempre que evitar vícios de linguagem, como o uso excessivo do “tipo”, assim como a linguagem coloquial. Outro fator que é importante se manter atento é o fato de que há uma variação muito grande da classificação dos candidadtos na lista final devido a nota da segunda fase, quando comparada a lista dos aprovados na primeira fase, por isso não se desanime caso ache que tenha ficado em uma colocação não muito favorável na primeira fase, pois somente a lista final de convocados conta.

        Seja você mesmo sempre e respire fundo antes de entrar em cada entrevista! E claro, não se esqueça de se apresentar e cumprimentar o entrevistador e o ator, caso esteja presente.

"A Faculdade apresenta um programa interno de bolsas, no qual 10 alunos de cada semestre que preencherem o cirtério socioeconômico pré-estabelecido podem receber bolsas de 75% e 100%. Alunos que não preenchem esses critérios, podem solicitar financiamento de 50 % da mensalidade do curso. Além disso, a faculdade concede descontos na mensalidade para os alunos que se dedicam aos programas de Monitoria e Iniciação Científica."

ícone de redação
Ícone de dicas
fachada da faculdade Einstein
alunos de medicina da faculdade Einstein durante aula em laboratório de anatomia

REDAÇÃO

DICAS

BOLSAS

         No dia: os participantes são divididos entre manhã e tarde. Dentro da cada período, há dois grupos que farão a prova um em seguida do outro e, dentro de cada grupo, há 13 estações de 8 alunos cada que serão separadas em áreas distintas dos prédios do Hospital Albert Einstein para realização da prova. Na chegada haverá separação das pessoas por ordem alfabética e sorteios do seu grupo e da sua estação de forma aleatória.

         Os candidatos a partir desse momento são identificados apenas por seu número de candidato, não deve haver de forma alguma identificação por nome ou informações pessoais;